Poupando Dinheiro para o Presente e o Futuro

Time And MoneyEm reportagem veiculada no Jornal Nacional na TV Globo sobre educação financeira e a iniciativa do yahoo ao falar de forma simples sobre como economizar dinheiro, percebi como a maioria da população brasileira e também de outros países ainda estão engatinhando quando se fala em guardar e investir dinheiro. Focando na aposentadoria, a reportagem da TV Globo deixa transparecer a falta de disciplina e responsabilidade com o próprio futuro que o brasileiro possui.
 Hoje vivemos na era da informação onde cada vez mais o emprego formal (de carteira assinada) e aposentadoria financiada pelo governo estão em declínio dando lugar a outras formas de trabalho e relações trabalhistas. Certamente, para a maioria da população acostumada ao “wellfare state” e a difusão de empregos tradicionais, conceitos que se estabeleceram no final do século XIX com a revolução industrial, esta mudança irá custar um grande esforço pessoal. Porém ela é necessária ainda mais pensando no avanço da expectativa de vida dos brasileiros.

Não Espere Nada do Governo

Nesse cenário, onde temos um governo com crescente dificuldade de prover à população o básico e as constantes mudanças num mundo globalizado como fica o bem estar e o futuro do cidadão? Agora ele próprio deverá prover a segurança e um futuro confortável quando estiver mais velho. Um ponto fundamental é a quantidade de dinheiro que você deve guardar durante sua vida ativa para, mais tarde, aos 65 anos (idade usada nesse estudo), manter seu padrão de vida. Na reportagem, um professor universitário dá o “caminho das pedras” para criar sua própria aposentadoria. Veja o gráfico abaixo (clique na imagem para aumentar):

Idade para começar poupar

 

 Desse gráfico, feito com informações da reportagem, vejo que o mais importante é tomar a atitude de poupar o mais cedo possível, logo que estiver recebendo um fluxo constante de dinheiro, seja através de um empregador ou de um negócio próprio, comece a poupar imediatamente. Pense inicialmente em investimentos de renda fixa como CDB, fundos de renda fixa, títulos do Tesouro ou mesmo a conhecida poupança. Mais tarde, na medida em que o “bolo” cresce, pode-se pensar em renda variável e para isso, sugiro entrar em contato com especialistas da área e ir com calma. Em artigos posteriores do blog CCC falarei mais sobre isso.

Poupar para Várias Finalidades

Indo além do pensamento da aposentadoria, outra atitude fundamental de quem tem educação financeira é poupar para emergências. Se na aposentadoria estamos pensando num futuro mais distante, criar um colchão financeiro é pensar no hoje. Novamente, dependendo da sua situação empregatícia o valor pode mudar. Se você não recebe um salário constante, é um autônomo, um valor de 5 ou 6 vezes seu ganho mensal médio pode ser o suficiente para emergências (perda de receita, doença em família, acidente etc). Sendo empregado ou mesmo um estável servidor público, um valor menor pode ser suficiente, porém ainda assim, não menos fundamental e deve ser reposto logo que possível caso seja usado.

Resumo:

O importante é conhecer seu perfil, montar sua estratégia, pensar no futuro sem esquecer o presente!

 

 Se você tem ideias de como acumular capital com alguma finalidade, por favor, compartilhe sua opinião!

Este artigo também está publicado no Shvoong

Crédito das imagens: Dreamstime

Desenvolvido por DT Author Box

escrito por Fred

Fred

Sou profissional de informática com mais de 10 anos de experiência na área e tenho grande interesse em educação financeira e investimentos. Sou também criador do blog Cada Centavo Conta sobre educação financeira e oportunidades na Internet. Tenho como Hobbies a leitura de histórias em quadrinhos e ficção científica.

Share