Pagando Contas com Cartão de Crédito

Em recente artigo, falei sobre como podemos ter maior controle sobre nossas finanças pessoais com a ajuda de planilhas, tratei especificamente sobre uma ferramenta na web chamada Contas Online e suas vantagens para gerir de forma eficiente nossas finanças.
Nesta mesma linha, outra ferramenta que também pode ser usada para facilitar o pagamento de contas é o uso do cartão de crédito, cada vez mais usado pelos brasileiros e que possui algumas facilidades quando se trata de pagar boletos:
  • Uma única data para pagamento de várias contas (colocando-as em débito automático no cartão) facilitando a administração das dívidas.
  • Postergar o pagamento das contas até o vencimento da próxima fatura.
  • Uso de benefícios e milhagens ao acumular pontos.

Contas Online

Mas… (sim, sempre existe um “mas” quando falamos em serviços de Bancos) junto com esta possibilidade vem uma série de tarifas bancárias que dificilmente valeria a pena o uso desta “facilidade”. Sendo que cada Banco pode cobrar taxas diferenciadas, só com muita pesquisa e estudo para se certificar se é vantajoso embarcar nesta ideia. Eu sempre me mantive fora.
Somente quando soube que o Santander possuía um serviço de pague contas via cartão de crédito sem a incidência de tarifas (para pagamentos em débito automático e mesmo para pagamentos avulsos) e também sem IOF (Imposto sobre operações financeiras, que é imposto do governo e não tarifa do Banco), resolvi experimentar.
Entrei em contato via telefone com o Santander e após várias semanas tive a liberação do cartão chamado Santander Free (existe uma razoável burocracia neste trâmite e realmente pode demorar) com um limite de cerca de um mil reais, o suficiente  para testar o serviço. À primeira vista, achei interessante: coloquei algumas contas no cartão e o pagamento foi feito corretamente sem incidências de tarifas e impostos.
Mas…
O IOF começou a ser cobrado a partir da minha última fatura, provavelmente devido a obrigação do governo que entende essa transação financeira como um financiamento bancário. De qualquer forma, ainda sem pagamento de qualquer tarifa eu mantive o pagamento de algumas contas neste cartão. Veja abaixo um exemplo para ver como ficou:

09/09/2013

CLARO CO

46,90

09/09/2013

IOF REFERENTE A 09/09/13

0,18

 

 

Paguei uma conta de celular no valor de R$ 46,90 com incidência de IOF de R$ 0,18. Correspondendo a 0,38% do valor da conta, de acordo com decisão do Governo Federal. Adicionalmente ainda é possível o Santander cobrar o IOF diário até a data do pagamento da fatura, que poderá vir na próxima fatura, vamos ver… As regras dos Bancos que regem as tarifas e as próprias regas do Governo Federal a que os Bancos estão subordinados, mudam com frequência, infelizmente. De uma hora para outra o cenário pode ser totalmente diferente.
Por enquanto continuo testando este modo de pagar contas, que na verdade é um processo novo para mim. Vamos ver como fica para frente. E vocês? Pagam desta forma também? Ou acham que realmente não vale a pena?

 

 

Referências:

Cobrança de IOF sobre cartão de crédito vai onerar faturas

‘Falso IOF’ assusta usuário de cartão de crédito

Clientes Santander terão que pagar IOF nas contas pagas pelo cartão

 

Artigo também publicado no Shvoong (clique e veja minha crítica)

Crédito da imagem: http://www.freedigitalphotos.net/

 

Desenvolvido por DT Author Box

escrito por Fred

Fred

Sou profissional de informática com mais de 10 anos de experiência na área e tenho grande interesse em educação financeira e investimentos. Sou também criador do blog Cada Centavo Conta sobre educação financeira e oportunidades na Internet. Tenho como Hobbies a leitura de histórias em quadrinhos e ficção científica.

Share