Como Usar com Inteligência o 13º Salário

salarioSegundo o portal globo.com o 13º salário deverá injetar 143 bilhões na economia brasileira, sendo beneficiados trabalhadores com carteira assinada e pensionistas principalmente.  Neste cenário e com as festas de final de ano próximas é importante ter em mente o que fazer com o dinheiro extra. Antes de qualquer outra coisa, acho essencial se livrar de dívidas, principalmente aquelas que são feitas devido ao consumo exagerado. Roupas, sapatos, produtos eletrônicos, viagens são todos itens importantes, porém sem exageros e devem estar dentro do padrão de vida possível para você. Caso tenha exagerado é hora de usar este dinheiro para se livrar, ou pelo menos, diminuir estas dívidas. Outra atitude inteligente é trocar dívidas com juros altos (como a de cartão de crédito e cheque especial) por outras com juros menores, sendo que neste momento, é importante falar com o gerente do seu banco e negociar, principalmente agora que você tem um dinheiro extra.

 

Sem dívidas?

Se a sua situação é mais confortável, ótimo! Permaneça assim e não deixa a peteca cair. É hora de usar a sabedoria e destinar corretamente o dinheiro que está em suas mãos. Destine parte deste dinheiro para poupança e investimentos; é uma boa hora para criar um fundo de emergência, por exemplo ou juntar pensando em um consumo no futuro (como a compra de um carro) ou mesmo para as contas que aparecem no início de todo ano novo. Provavelmente a outra parte já estará comprometida com os gastos de fim de ano: pagamento de uma viagem, compra de presentes etc. Porém tome o cuidado de não exagerar e acabar com dívidas, assim voltando a situação do parágrafo anterior! Nesta altura você poderia estar se perguntando qual seria a parte do ganho extra que deveria ser poupado. Boa pergunta. Essa é a hora de individualizar a questão portanto acho melhor mostrar, rapidamente, meu próprio exemplo.
salario2

Com dinheiro no bolso, escolha entre as muitas opções de investimentos

Minha experiência

Como trabalhador de emprego estável e sem dívidas, tirando o financiamento imobiliário, que por questão familiar, acabei adquirindo (ainda prefiro o aluguel…) conseguirei neste ano de 2013, ter disponível praticamente todo o 13º. Levando em conta que tanto as despesas de fim de ano como as do início do ano que vem já estão equacionadas dentro daquilo que ganho mensalmente, pretendo colocar a maior parte (70-80%) em investimentos, principalmente na bolsa para aproveitar o momento de queda neste mercado e porque penso em longo prazo. O resto ficará em em fundo DI ou outro investimento de curto prazo e alta liquidez como colchão de reserva ou mesmo para diminuir a dívida do financiamento ao antecipar prestações.

 

Ainda não convencido?

Então o  Educador Financeiro DSOP Edward Claudio Jr. pode explicar em ainda mais detalhes os tópicos estudados aqui, acesse o artigo onde o especialista dá a sua opinião. O portal Exame também publicou um artigo informando sobre a recomendação de usar o 13º salário para pagar dívidas e finalmente, no portal Infomoney veja um bate papo com especialistas sobre as compras de fim de ano. Acesse e se informe!

 

Resumo

Aproveite a oportunidade para resistir à pressão do consumo inconsequente  e trabalhe para diminuir suas dívidas. Faça investimentos e perceba que é muito melhor ter o poder dos juros fazendo crescer seu patrimônio do que pagar juros para o banco ao adquirir dívidas e ver seu patrimônio sumir.
 E você, como vai gastar o dinheiro extra no fim do ano? Comente! Obrigado.

 

 

Não esqueça de assinar o blog, para saber das últimas novidades e atualizações!

Crédito das fotos: www.freedigitalphotos.net.

 

Desenvolvido por DT Author Box

escrito por Fred

Fred

Sou profissional de informática com mais de 10 anos de experiência na área e tenho grande interesse em educação financeira e investimentos. Sou também criador do blog Cada Centavo Conta sobre educação financeira e oportunidades na Internet. Tenho como Hobbies a leitura de histórias em quadrinhos e ficção científica.

Share