5 Regras Financeiras Pessoais Que Todo Mundo Deveria Memorizar!

ccc regras financeirasPlanejar seu futuro financeiro é tão importante quanto procurar por uma ocupação que te traga uma renda extra agora. Ser responsável financeiramente significa dar passos na frente do tempo presente e visualizar como você gostaria de estar vivendo no futuro. Esta é uma bandeira que o CCC estará sempre levantando pois, como um veículo disseminador de oportunidades de renda para os leitores, nossa visão é que de nada adianta ser um bom empreendedor, sem manter uma mente financeiramente saudável. Claro que este assunto é complexo e deve ser visto de vários ângulos, mas podemos simplificar e colocar em termos didáticos para que a discussão fique interessante e ainda assim suficientemente profunda para que os assuntos tratados não sejam esquecidos. Veja aqui então, 5 regras de finanças pessoais que todos deveriam memorizar.

1. Tempo como fator muito importante

Juros compostos é uma das armas financeiras mais importantes que você deveria saber usar. E para usá-la corretamente o tempo é fundamental. Você pode pensar em um investimento mais seguro como previdência privada e poupança ou mais arrojada como ações, mas saiba que o tempo sempre ditará seus ganhos. Um dos maiores erros é não dar atenção desde cedo na sua vida para as suas finanças pessoais. Você poderia dizer “Ah, tenho muito pouco dinheiro!” Sim, e vai continuar tendo pouco enquanto não perceber o tempo como fundamental. Faça crescer o pouco que você tem durante sua vida ativa e verá o “bolo” das suas finanças pessoais aumentar podendo, mais tarde, ser dividido naquilo que mais te interessa. E quanto mais cedo ter esta visão, melhor para você.

 

2. Tenha um plano

Ter a certeza de possuir um plano vai ter colocar na estrada para o sucesso financeiro pessoal. Não, isso não é apenas conversa que você ouve em notícias e reportagens sem dar muita importância. Ter um plano pode definir sua condição financeira da sua vida a frente. Criar estratégias pode inclusive ajudá-lo em situações como perda de emprego, acidente ou mesmo na possibilidade de morar em outro lugar caso assim queira. Criar planilhas de acompanhamento financeiro (acesse o blog Simplinvest e veja como) e reservar um fundo para emergências, são estratégias simples e que podem ser colocadas em ação desde já. Numa possível necessidade você tomará suas decisões com calma e de forma eficaz.

plano financeiro

3. Discuta sobre dinheiro com sua família

Não adianta, você pode ser um expert na área de finanças pessoais, mas a pessoa que mora contigo pode arruinar tudo. Sim, eu tenho certeza que você tem exemplos próximos desta situação na sua rede de amizades, se não é você mesmo o próprio exemplo! Gastos em cartões de crédito, viagens, compras no exterior, compra de carros, gastos em comida, compra ou aluguel de uma casa. A lista de assuntos é longa e merece ser vista com calma por cada integrante da família para a correta tomada de decisões, mantendo-se a saúde financeira de todos. Uma corrente é tão forte quanto o elo mais fraco, ditado que não poderia ser mais verdadeiro neste caso.

 

4. Mantenha o nome limpo

Gustavo Cerbasi, um dos maiores experts em finanças pessoais, falou em seu livro “Investimentos Inteligentes” que é melhor manter-se em dia com suas obrigações com o fisco mas ao mesmo tempo não esperar muito do governo em troca. Infelizmente isso ainda é verdade no Brasil. Não só você terá uma série de dores de cabeça de ordem legal e prática se, por exemplo, ter seu nome sujo na praça, como para poder fazer um simples financiamento terá que depender da bondade de outros com o nome limpo para poder ter ajudar. Fuja disso.

dinheiro financas

5. Pague suas conta em dia

Dívidas em cartão de crédito é uma coisa séria. Bem séria se verificarmos os juros absurdos que são cobrados no Brasil. Cheque especial? Outro problema para sair dele. Faça melhor, nunca entre. Numa necessidade use seu colchão de emergência, ou procure empréstimo com juros bem mais baixos. Tenha certeza de ter fundos para pagar as despesas recorrentes, como aluguel, luz, gás, condomínio etc. Elas já fisgam uma boa parte do seu dinheiro, se vierem com multas e juros vai ser ainda pior.
E para você, qual seria a regra financeira que mais dá certo na sua vida? Discuta!

Image courtesy of iosphere at FreeDigitalPhotos.net

Desenvolvido por DT Author Box

escrito por Fred

Fred

Sou profissional de informática com mais de 10 anos de experiência na área e tenho grande interesse em educação financeira e investimentos. Sou também criador do blog Cada Centavo Conta sobre educação financeira e oportunidades na Internet. Tenho como Hobbies a leitura de histórias em quadrinhos e ficção científica.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinrssyoutube
Share